domingo, 2 de maio de 2010

mother

foste a primeira que amei, antes de toda a gente no mundo; és insubstituível, por isso, temo que a minha vida esteja condenada à solidão.
sei que nem tudo devia ser como é, sei que não digo tudo, ou por vezes, nada mesmo.
sei, realmente, que te amo.

5 comentários:

joana meneses disse...

que...LINDO :|
fuck :|:|:|:|:|
amo-te

Anónimo disse...

que bonito :O
beijinhos

BeatrizViana disse...

Jota
Que lindo :o

Catherine disse...

Que lindooooooo :)
LY (L)

smiling sorrow disse...

isso é muito normal de acontecer. para mim, podemos encontrar as mais variadas paixões e felicidades momentâneas, mas há sempre um alguém que perdura através do tempo. quando nos é permitido, queremos guardar essa pessoa para sempre; mas essa pessoa esvai-se por entre a nossa posse sem que possamos fazer seja o que for. mas esse amor continuará a existir, ainda que seja a uma mãe...