sábado, 27 de agosto de 2011

Anónimo:

Não consegui arranjar melhor maneira de responder ao teu comentário. Desde já um grande obrigado pelas tuas palavras! Neste momento não sei se consigo acreditar totalmente nas tuas palavras, estou num estado em que não vejo nada correctamente. A verdade é que dei tudo de mim.. Passava-me constantemente para segundo plano, rebaixava-me vezes sem conta, mas tudo isso fazia sentido, porque no fundo sentia-me completo. Hoje, culpo-me por não ter dado o suficiente, que, talvez, se tivesse agido de forma diferente neste ou naquele momento tudo teria sido diferente. Também é verdade que uma das coisas que pensava ainda existir em mim, a dignidade, desapareceu completamente. Não é bom, não é saudável, no entanto, parece que aprendi a viver assim. Sinceramente, não sei se devo alimentar-me de esperanças ou se, pelo contrário, ainda estarão à minha espera. Talvez, um dia, tudo se venha a começar a desvanecer e acabe por fim, numa miragem. Até lá..
Nevermind, I won't find someone like you

9 comentários:

Pensando com a Arte disse...

O teu texto está mesmo bonito! Sincero ! Real $:

E denada! (:

Psycoo de La Cole disse...

primeiro que tudo, não são necessários obrigados, é por ter sentido na pele o que sentes agora que resolvi intervir. o estado em que estás é apenas isso, um estado, algo que certamente passará, estou certo. é perfeitamente compreensível que tenhas dado tudo de ti, e não te deves sentir menos que a outra pessoa por isso. é preciso coragem para irmos atrás de alguém, esquecendo o ego e tentar apostar na felicidade. nisso, estás de parabéns :). no que toca à dignidade, é um assunto mais complicado, sendo ela tua, és tu que tens que partir à conquista e retoma-la de novo, como se fosses guerreiro das reconquistas cristãs e os árabes os teus alvos. não posso de todo aconselhar-te se deves guardar esperanças ou não, porque como disse uma vez, desconheço e história por detrás. Ah e sempre que achares preciso, dispõe :)

Abraço,
Anónimo dos posts pessoais.

disse...

às vezes é mesmo assim.

mágcia disse...

acredita, mais de metade das gajas deste mundo não te merecem nem um pedaço, nem aos calcanhares te chegam! e se alguem te deixou nesse estado então é porque é muito burra (com o devido respeito joao..)
um dia vais encontrar a tua verdadeira yin, trust me <3

Daniela. disse...

Hey, be strong!

Daniela. disse...

Of course you can!

Psycoo de La Cole disse...

sabes que eu comecei-me a rir quando reparei que não tinha posto isso em anónimo? eu as vezes gosto de ficar incógnito e lixo-me.. -.-
podias ter ido ao primeiro da lista do meu perfil, porque aquele nao é inteiramente meu.. no entanto não tem mal.
não tens de que, btw.. :)

mágcia disse...

nao percebi o sentido do teu comentario :s nem sei se disse alguma coisa que nao devia ou se interpretaste alguma coisa de outra maneira, mas se disse, mil perdoes, nao era a minha intençao

Anónimo disse...

tbm ja fui assim.. ja me rebaixei sentindo me bem com isso pois isso fazia sentido. realmente nao faz. acho q acabava por viver para agradar os outros e nao a mim.
o melhor e' seguir em frente, andar de cabeça erguida . Digninade? q que e' isso realmente? a definiçao e' de quem?! apenas tens que viver estando consciente de que aquilo que fizeste e' o correcto, e' o q te faz feliz.